Aprenda Vender
Pesquisar por:

#3 Aprenda Vender – O que é uma venda

O que é uma venda

 

Você saberia definir o que é uma venda? Não vale apelar para um dicionário, de papel ou on-line. Consultar o Google, nem pensar. Quero saber qual é a tua visão, entendimento, de vendas?
Bom, o fato é que vendas é uma arte, uma ciência, mas também é um processo.
Aliás, esse último é que eu uso, aplico, ensino, para quem quiser de verdade aprender a vender.
Por essa razão que eu falo que vender é fácil, e tem um vídeo aqui, o primeiro da série, que tem justamente esse título. E por que eu afirmo isso? Justamente porque é um processo, ou seja uma sequencia de passos ou etapas que se forem seguidas, só há um resultado possível. A realização da venda.

Vamos agora falar um pouco mais sobre o que é uma venda? Além das dezenas, talvez centenas de definições que você vai encontrar, eu quero deixar a minha. Não quer dizer que seja a única definição, absoluta e correta. Mas, é a que eu mais me alinho.

Vender é ajudar alguém com um problema, a encontrar e obter a solução, através de um produto ou serviço.

Isso é possível através de um método, que tem diversos passos ou etapas, que vai desde você conhecer bem o que vende. Conhecer o mercado aonde você está inserido, se capaz de encontrar ou atrair para você, pessoas que tenham algum tipo de problema ou necessidade que os teus produtos ou serviços conseguem resolver. Ser capaz de fazer um diagnóstico da capacidade de compra dessas pessoas. Identificar o problema dessa pessoa, apresentar a ela, como o problema será sanado. Conseguir antecipar possíveis objeções, para que a pessoa concorde em trocar o seu dinheiro pela sua solução. Dando continuidade no atendimento e atenção a essa pessoa, depois que o negócio foi concretizado, através de um processo de pós-vendas. O que pode gerar novas oportunidades de negócios, com a mesma pessoa ou com pessoas indicadas por ela, por causa do seu atendimento e atenção.

Agora você precisa rever esse processo descrito acima e dizer que isso é impossível de ser realizado por qualquer pessoa.

#1 Aprenda Vender – Vender é fácil

Vender é fácil!

É uma frase tão simples, até inocente, você não acha?
Eu sei, eu seeeiii que pra você isso causa um certo desconforto, tipo de suor frio escorrendo pela espinha.
E eu falo isso com a sensação e a certeza de quem já sentiu isso na pele.

Eu já tive medo, só de pensar que precisava vender alguma coisa, para sobreviver.

Sabe, aquela sensação de ser levado para o alto de uma montanha, e descer de lá, numa roldana, preso num cabo de aço, num negócio, chamado de tirolesa.

Você já fez isso?

Olha, pra quem está habituado a aventuras radicais, não tem ingrediente mais perfeito. Agora, se juntar medo de altura, medo de que aquilo não vai suportar o peso do seu corpo, o medo de que você pode cair de lá e arrebentar no chão…

Bem, nem preciso continuar, não é mesmo?

Mas eu quero voltar à primeira frase, aliás é o título aqui deste vídeo/texto.

Vender é fácil!

E agora só peço que você fique comigo nos próximo minutos que eu vou explicar para você, como é que eu cheguei a essa conclusão.

Vamos lá?

O que uma venda?

Calma, não me responda, com base naquilo que você ouviu, viu, leu ao longo de toda sua vida.

Porque esses conceitos, podem estar equivocados.

Olha, só. Você já comprou alguma coisa que precisava muito para resolver algum problema na sua vida?

Pode ser esse computador ou celular que você está usando agora nesse exato momento, para me ver aqui falando, ou ler o que eu escrevi, certo?

Mas, pode ter sido outra pessoa, quem comprou. Tudo bem.

Então pode ser algum outro objeto que você tenha comprado, porque precisava muito.
Puxa aí pela sua memória.

Talvez você se lembre de algo que comprou ainda hoje mesmo.

E onde que eu quero chegar?

Se você tinha um problema ou necessidade, e precisou comprar, isso quer dizer que você encontrou alguém que possuía a solução ideal para você, com as condições ideais de preço e de qualidade, que você estava disposto, disposto a pagar por aquilo. Não foi?

Então quer dizer que para que você pudesse comprar, alguém precisou vender.

E aí, como é que foi essa “operação”?

Não foi uma conversa entre você e o vendedor ou a vendedora?

Aqui vou supor algumas coisas, porque eu não estava aí ao seu lado. Mas imagino, que você e a pessoa que vendeu para você nem se conheciam, certo?

E aí, você começam a conversar, o vendedor ou vendedora fez alguma perguntas, ou mesmo antes você já tenha se dirigido a ele ou ela, dizendo qual era as sua necessidade e ela apresentou para você algumas opções, modelos, marcas, sei lá…
mas tentando entender exatamente o que você queria naquele momento.

Conversa vai, conversa vem, você se convenceu que estaria resolvendo o seu problema ou sua necessidade com aquilo e acabou fazendo o negócio.

Digamos que você e quem estava vendendo, entraram numa acordo. Certo?

Agora me diga uma coisa: O que essa conversa teve de tão extraordinário, de diferença, do que conversas diárias que você tem com colegas de trabalho, quando eles pedem sua ajuda? Ou conversa com algum familiar quando você pede para que façam algo que você precisa que seja feito?

Eu já te respondo aqui. Nada de muito diferente, de extraordinário, de coisa de outra galáxia. Não é mesmo?

Basicamente é um diálogo ou de forma mais simples, uma conversa entre duas ou mais pessoas, onde uma tem um problema e a outra pode resolver aquele problema ou pelo menos indicar como que ela vai encontrar a solução.

Então responda pra mim: Você entendeu até aqui?

Acredito que sim.

Porque eu tentei falar numa linguagem simples, bem do dia a dia mesmo.
Isso quer dizer, que você já entendeu, que vender é fácil.

Basta saber conversar, fazer perguntas para descobrir qual o problema que a outra pessoa quer resolver, escutar o que uma pessoa tem para dizer. Se não entendeu direito, fazer outras perguntas para ajudar a entender melhor o problema e mostrar como que você é capaz de resolver aquele problema com um produto ou serviço que você oferece.

E olha só, que não falei nenhum termo técnico, não fiquei forçando você a nada, apenas conversamos. Ok?

Agora me diga, sinceramente. Se vender fosse assim como eu descrevi, você ainda acha que precisa sentir o suor frio escorrer pela espinha?

Pois é.

Vender é fácil.

Porque é simplesmente saber conversar com pessoas que tenham algum problema, ou alguma necessidade, para qual você provavelmente tem a solução e se a pessoa ainda não sabe exatamente se é um problema, você vai fazer perguntas que ajudem ela mesma entender melhor a situação.

E então, juntos chegarem a conclusão de que o que você dispõem vai resolver aquilo e em troca a pessoa vai lhe entregar uma quantia em dinheiro.

É simples, ou, não é?

Acredite, qualquer coisa que venham te falar sobre vendas, diferente disso. Não é verdade.

É só gente querendo colorir um urubu, pra dizer que é um pavão.

E é para mostrar essa simplicidade que eu existo. Eu sou gente de vendas.

E quero ensinar você a aprender a vender.

Um grande abraço e até de repente.

#2 Aprenda Vender – Por que aprender a vender?

Por que aprender a vender?

Há algum tempo eu estava numa sala de aula da universidade, durante uma aula de comportamento do consumidor.

Eu já havia aplicado um conceito naquela noite sobre a importância de conhecer o comportamento do consumidor que nós como organização, queremos conquistar para o nosso negócio.

Já havíamos realizado uma atividade de aplicação prática e a turma já havia concluído, então restando alguns minutos para o término daquela noite, eu como já era acostumado, comecei a fazer alguma provocações aos alunos, sobre suas pretensões no mercado de trabalho, os desafios que eles vinha enfrentando, as suas expectativas e perspectivas futuras.

Eu falava da necessidade imprescindível de irem além da sala de aula e buscar aprender o que a faculdade não ensina. Porque existem competências necessárias para os desafios do mercado de trabalho, que não estão na grade curricular.

Então surge uma pergunta. Ela vinha de um grupinho de três alunos, duas meninas e um rapaz, que sempre sentavam juntos na aula, trabalhavam juntos em sala nas atividades que eram propostas. Eles sempre foram bem participativos das aulas. Eu chamava esse grupo de tripo K, por causa dos nomes. Eram, Kátia, Kelly e Kevin.

Ah, e a pergunta:

– Professor, diante dessa situação do mercado de trabalho, que conselho o senhor daria para nós hoje?

Aquela questão que te acerta bem no meio do crânio pensante.

Não pensei duas vezes, para responder. Eu disse meio na lata:

Aprenda Vender.

Aí eu já ouvi alguns suspiros de surpresa, vi caras de angústia, e obvio a pergunta que não poderia faltar:

Por que, professor?

Falei.

Bom, minha gente. O fato é que isso você não aprende em nenhuma disciplina da faculdade, em nenhum curso complementar que você venham fazer, nem numa pós-graduação, num mestrado ou doutorado.

Mas, em qualquer profissão que você escolher seguir, saber vender é essencial.
Por duas simples razões.

Venda é a força que move a engrenagem da economia. Sem vendas, qualquer que seja o ramo de atividades duma empesa, ela vai quebrar.

Se você for empreender e se não souber vender, você vai quebrar. E não adianta vir me dizer que você vai contratar um bom vendedor ou uma excelente vendedora. E se você estiver começando e for a única pessoa do seu empreendimento?

E, se você decidir ser profissional liberal, precisa saber vender seu serviço. E se você estiver em busca de uma oportunidade de trabalho como CLT? Aí sim, que saber vender vai fazer toda a diferença.

Porque você precisa vender o que você tem de mais valioso, que é seu talento, sua competência para uma empresa que tenha demanda por alguém como você.

O grande erro que a maioria das pessoas comete ao buscar uma oportunidade no mercado de trabalho é pensar que distribuir currículos, vai resolver o seu problema.

Gente, distribuir currículos nada mais é do que uma panfletagem. Pode ser física ou virtual. Mas não deixa de ser uma panfletagem. As vezes você distribui mil panfletos, desse novecentos e noventa e nove vão parar numa lixeira. E talvez um deles, resulta num contato.

Agora se você souber vender, na essência do que é uma venda, você vai procurar empresas que tenham algum tipo de problema ou necessidade, que você é capaz de resolver.

E aí fica muito mais fácil de virar um negócio ou melhor, um contrato de trabalho.

E para completar, se enquanto a sonhada vaga não surgir, se você sabe vender, não vai passar aperto, com dinheiro.

Porque de alguma maneira, você pode vender qualquer produto ou serviço que estiver ao seu alcance. E conseguir renda para pagar suas contas.

Então, esse é meu recado para vocês hoje. Respondendo a colega de vocês.

Por incrível que pareça, quando terminei, já haviam se passado uns dez minutos do horário de termino daquela aula.

Então, falei para a turma. Vocês viram o que aconteceu aqui?

Alguém tem um problema, e eu acabei de vender uma ideia para vocês.

Saber vender é ou não é importante? Para qualquer profissão e qualquer profissional?

Ah, me cobrem, que na próxima aula eu vou tirar um tempo para mostrar para vocês, que Vender é Fácil.

#5 Aprenda Vender – Rumo à primeira Venda

Rumo à primeira Venda

Não quero fazer planos para faturar um milhão de reais com meu negócio, hoje.

Opa, quer dizer que você não gosta de dinheiro? Claro que eu gosto e muito. Mas…

Muitos gurus, vendem a ideia de que vão fazer você ficar milionário, até multimilionário com planos mirabolantes. Mas…

Se você usar seu cérebro um pouquinho melhor, você já vai perceber que ali tem uma armadilha, e uma isca que para fisgar você, vender mais um curso, uma mentoria, uma esteira de produtos e soluções “milagrosas” para você. E é claro que isso funciona, para eles.

Depois, você que lute para fazer o seu. Se você não alcançar o resultado, culpa sua, nunca do processo e nem do método. Afinal o que te venderam é perfeito.

Mas, calma que tem um jeito de resolvermos isso.

Não faça seu plano para faturar um milhão. Se esse é o seu objetivo, seu sonho, faça primeiro um plano para realizar a primeira venda.

Afinal, a corrida da vida é assim. Uma maratona começa com o primeiro passo, depois o primeiro kilometro, e assim, sucessivamente, até você passar pela linha de chegada.

Então, foco em fazer tudo certo para conseguir a primeira venda. Depois a próxima, depois, mais uma, e outra e mais outra, até eu chegar ao seu primeiro milhão.

Talvez, isso aconteça muito antes do que o imaginado.

Então, vamos parar com essas ideias malucas de só ficar pensando no milhão sem antes ter feito o primeiro tostão.

Para que isso aconteça de verdade, comece hoje, onde você está. Tem um ensinamento atribuído ao tenista americano Arthur Ashe, que diz: comece hoje, aonde você está, com o que você tem.

E continue fazendo seu melhor todos os dias até você alcançar seu objetivo.

Para isso, prepare-se, continue aprendendo, mudando a mentalidade para alguém que realmente vai merecer o resultado que deseja.